Imagem de divulgação do Tack Festival, com um fundo azul e o texto "TACK", em laranja.

Já conhece o Tack Festival 2018? Esse evento, com patrocínio e curadoria da Cultura Inglesa e promovido pelo ID Cultural e Buda Entretenimento, quer movimentar o cenário cultural da cidade. O Tack aposta na democratização do conhecimento e EM soluções inovadoras para questões culturais de impacto. Tudo isso através de tecnologia. No dia 24 de novembro, de 9h às 20h, o Festival vai ocupar o Parque Lage (RJ) com uma série de palestras, debates e atividades. Com entrada gratuita, ele envolve alguns dos maiores expoentes em inovação, tecnologia e cultura para toda família.

LEIA MAIS: Nova Plataforma do CIEB aborda tecnologia e computação na educação

O festival vai oferecer diversas atividades culturais, como: oficina de programação com codificação e gamessala Google; exposições; cinema ao ar livre e atividades circenses. Haverá também salas de debates com temas como Inteligência artificial, inovação; cultura; tecnologia, futurismo; tecnologias emergentes; design e arte, geração gamer; moda, entre outros. Serão convidados artistas jovens e consagrados para debaterem e pensarem o futuro da cultura e iniciativas empreendedoras nessa área.

Tack Festival e Educação maker

Além da curadoria de Giselle Santos, coordenadora de Inovação da Cultura Inglesa, haverá também atividades deles no dia. Eles vão promover ambientes inspirados no mundo maker e na sala Google For Education, através da realidade virtual e aumentada. Haverá grupos de atividades oferecidos gratuitamente para crianças, fora palestras e recreação. Por meio de um aplicativo, é possível reservar vagas para participar das atividades, que serão oferecidas ao longo do dia em horários pré-definidos. Os espaços são:

Estação Maker: sala para desenho, criação de um projetor holográfico 3D, plantação de mudas e construção de um carregador de celular solar.

Estação Tech: destinada a atividades com uso de realidade virtual em 360° e para dinâmica “Astronauta por um dia”.

Estação YouTuber: os jovens vão aprender dicas de como produzir vídeos e vão treinar com a montagem de um telejornal.

Estação Coding: vai oferecer atividades, para crianças, de programação em computadores e, para adolescentes, de criação de jogos.

Saiba mais informações no site do evento.

Desafio TACK RIO

O Tack Festival também irá sediar a última etapa do Desafio Tack Rio. Desde já, dez grupos finalistas de estudantes do ensino médio de escolas públicas e privadas do estado estão participando de desafios. Eles irão propor soluções tecnológicas para questões culturais e que impulsionem a transformação social. Enquanto o público aproveita o evento, esses estudantes estarão concentrados desenvolvendo seus projetos. Ao final do dia, todos se encontrarão para assistir ao Pitch e o anúncio do grupo vencedor, que será premiado com uma viagem para participar do Brazil Conference 2019, na Universidade de Harvard e no Massachusetts Institute of Technology (MIT) nos EUA.

VEJA TAMBÉM: Educação inclusiva: alunos gravam audiolivro para Biblioteca Braile do Centro Cultural São Paulo

O Desafio Tack Rio será baseado na metodologia do programa Innovation Camp, da ONG Junior Achievement – maior organização de empreendedorismo jovem do mundo. O programa tem duração de oito horas e é realizado em um único dia. O objetivo é que as equipes de alunos possam encontrar soluções inovadoras para um desafio proposto, utilizando as ferramentas de Design Thinking.Assim, esses alunos, que vivem em realidades diferentes, são instigados a buscar soluções para um mesmo problema. A equipe do evento irá definir os desafios, que serão sempre focados em problemas culturais. Os grupos irão atuar como startups e os alunos serão orientados por mentores voluntários no desenvolvimento de todo o processo – desde a concepção da ideia até a entrega do protótipo e apresentação do projeto.