Educação Integral SIEIeducação integral é um direito de todos. No entanto, as desigualdades sociais que assolam o Brasil colocam essa prerrogativa em xeque. Como garantir, de forma equânime, o desenvolvimento integral e a aprendizagem dos alunos em um País composto por diferentes realidades?

Esta e outras questões nortearão o Seminário Internacional de Educação Integral – SIEI 2017, iniciativa da Fundação SM e da Fundação Itaú Social, que acontece nos dias 12 e 13 de dezembro, sob coordenação técnica do Centro de Referências e do Cenpec. As inscrições já estão abertas.

Trazendo como tema “Desenvolvimento integral e a Aprendizagem: o mesmo direito, várias realidades”, o SIEI 2017 reunirá especialistas de diferentes localidades e áreas da Educação para refletir – diante da atual conjuntura- a importância de fortalecer a articulação entre redes, escolas e territórios em torno deste compromisso.

Programação

No dia 12 de dezembro, nomes como Pilar Lacerda, Natacha Costa, Angela Dannemann, Mônica Franco, Mônica Pinto e André Gravatá comentarão o conceito de educação integral, pontuando aspectos como o papel da escola e do território neste processo, além da importância de considerar a trajetória das juventudes brasileiras e os mecanismos de inclusão/exclusão da educação pública.

Também estará presente na data o ensaísta e professor José Miguel Wisnik. Ele abordará as múltiplas linguagens que contribuem para o desenvolvimento integral dos indivíduos. O primeiro dia do seminário encerra-se com um rico painel trazendo experiências concretas de redes, escolas e organizações que trabalham com educação integral.

No encontro seguinte, dia 13 de dezembro, Catherine L’Ecuyer, especialista em infância nascida no Canadá e radicada em Barcelona, trará uma análise inovadora: como a crise da educação se relaciona com uma crise de atenção.

A palestra é sucedida pela roda de conversa “O papel das políticas públicas na garantia do direito à Educação Integral”. Nela, Chico Soares, Daniel Cara, Macaé Evaristo dos Santos e Moacyr Feitosa debaterão a importância do cumprimento do PNE para a efetivação da educação integral, refletindo sobre questões como participação social em territórios e realidades educacionais diversas.

O debate ganha mais corpo com um painel que apresentará referenciais teóricos, oficinas, cursos e outros conteúdos que apoiam gestores públicos e educadores na formulação de políticas e práticas de educação integral.

Para concluir, o livro “Educação de Alma Brasileira” será pré-lançado. A obra relata a história da Educação no país. O livro se baseia nos grandes nomes da educação e das ameaças às suas ideias. O painel dá o tom de um debate inspirador sobre a educação necessária para construir o Brasil que sonhamos.

Sobre o SIEI

Com dez edições realizadas no México, o SIEI acontecerá pela terceira vez no Brasil, em dezembro de 2017. Esta edição será realizada pela Fundação SM e pela Fundação Itaú Social. Com coordenação técnica do Centro de Referências em Educação Integral e do Cenpec. O evento também terá apoio do Canal Futura e do SESC-SP.