A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME-SP), em parceria com o Instituto Península, irá implementar, em até quatro anos, o Programa Impulsiona. A iniciativa beneficiará a rede municipal e CEUs com materiais didáticos de referência sobre a temática educação esportiva, capacitação esportiva de educadores e cursos à distância oferecidos no portal  www.impulsiona.org.br e podem ser acessados por qualquer professor da rede pública e privada.

Com a parceria, o programa pretende fortalecer a política pública municipal de educação integral. Assim, cria oportunidades para que os professores possam ampliar a oferta de novos esportes para todos os alunos. O objetivo é tornar seu acesso mais inclusivo. Desta forma, modalidades como rugby, goalball, hóquei, badminton e atletismo farão parte da rotina de qualquer escola. Isso independentemente de sua infraestrutura. O programa prevê a utilização de materiais alternativos, construção coletiva com os alunos e adaptação de espaços.

impulsiona-educacao

Heloisa Morel, do Instituto Península, fala sobre a importância do Impulsiona. “Com esta iniciativa, queremos ampliar e fortalecer a educação esportiva, entendendo o esporte, acima de tudo, como um instrumento pedagógico capaz de agregar valor à educação, ao desenvolvimento das competências socioemocionais e à formação integral dos indivíduos”. Serão oferecidas formações presenciais para coordenadores pedagógicos, professores de Educação Física e orientadores de alunos líderes para 120 escolas.  A adesão da escola para estas oficinas esportivas é voluntária e todas as Diretorias Regionais de Ensino podem participar. As inscrições para as oficinas presenciais serão realizadas no portal do Impulsiona, e estarão disponíveis para qualquer professor de educação física da SME-SP.

Durante todo o ano letivo de 2017 serão realizadas 26 turmas de oficinas esportivas, também divididas em duas fases. Cada oficina será ministrada em um encontro de 4 horas. Nele, o professor de educação física será apresentado a um novo esporte. O educador também receberá dicas necessárias para incorporá-lo às suas aulas.

Essa ação complementa o Programa CEU Olímpico. A iniciativa visa incentivar a prática esportiva, de maneira que este hábito faça parte do cotidiano dos estudantes. A expectativa é atender cerca de 3.680 alunos nos 46 CEUs da capital. Conheça outros projetos do Instituto Península para incentivar o esporte na escola.

qedu-impulsionaO PROGRAMA IMPULSIONA AJUDA O BRASIL A VENCER O DESAFIO DE INTRODUZIR E VALORIZAR OS DIVERSOS TIPOS DE ESPORTE NA ESCOLA. DE ACORDO COM O CENSO ESCOLAR 2015, APENAS 22% DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DO PAÍS POSSUEM QUADRA DE ESPORTES NAS SUAS DEPENDÊNCIAS. NA CIDADE DE SÃO PAULO, ESSE NÚMERO MELHORA E ALCANÇA 51%, SEGUNDO ANÁLISE DO QEDU.