Ilustração de um adulto ajudando uma criança

É natural que a criança estranhe o novo ambiente, sinta ansiedade ao se separar dos pais, chore ou não queira ficar na escola o tempo todo. Portanto, por mais sociável ou independente que seu filho seja com a família ou em outros ambientes sociais, muitas emoções podem surgir nesse processo de adaptação e é importante que você tenha paciência.

Reforce o vínculo entre vocês e facilite a conexão com a professora

Durante essa fase, é importante estar presente e brincar com o seu filho, com um tempo especial durante o dia por exemplo. Além disso, as crianças precisam se sentir seguras com o adulto que cuidará delas na escola. Mas, confiança é algo que adquirimos aos poucos. Coloque-se no lugar da criança. Ela pode se sentir insegura por uma razão legítima: está em um lugar novo, com pessoas que não conhece e – talvez pela primeira vez – sem a sua proteção. A sua calma e confiança nessa relação será essencial para que seu filho se sinta seguro. Se surgirem olhares apreensivos ou lágrimas, não o distraia. Em vez disso, acolha essa insegurança: “Filho, eu sei que é muita novidade e às vezes sentimos medo. Mas fique tranquilo, você está seguro aqui e vai ver que essa nova rotina vai ser bem divertida. Sempre que precisar, você pode pedir ajuda para a professora, que vai cuidar de você todo o tempo que estiver aqui. Volto para te buscar assim que a escola terminar e depois vamos ficar juntos!”.

Ofereça algo familiar

Permita que seu filho leve um brinquedo, um livro ou aquele pano que tanto gosta para escola nestes primeiros dias. Mesmo se ele precisar ou quiser guardar na mochila ao chegar lá. Os objetos familiares ajudam a criança a se sentir mais segura, principalmente em um ambiente novo. Você também pode imprimir uma foto da família e propor que seu filho a leve na mochila.

Sempre se despeça e crie rituais

Tudo bem deixar seu filho ocupado com alguma atividade e sair em silêncio, mas nunca saia sem se despedir. Por mais difícil que seja a despedida, deixe claro que você está indo embora e que vai voltar para buscá-lo ao final do período. Isso fortalecerá a confiança e ele saberá que você jamais vai desaparecer sem avisar. Estabelecer rituais também pode ajudar. Pode ser um simples abraço ou a cantoria de uma música na caminhada até a escola. A repetição de uma mesma atividade será reconfortante para vocês dois.

A adaptação à escola é um processo. Por isso, respire fundo, lembre-se do valor que essas interações e aprendizados trarão para a vida da criança. E converse com a equipe da escola sempre que precisar. Para conferir o SOS completo no CanalBloom, acesse: https://canalbloom.com/sos/o_primeiro_dia_na_escola

O CanalBloom é uma plataforma que traz ferramentas para apoiar pais e mães nos desafios da parentalidade, buscando uma infância mais saudável com base em orientações de especialistas e um conhecimento qualificado. Acesse através do: www.canalbloom.com