Imagem de uma pessoa em uma mesa, usando o computador. Ao lado há um caderno, uma caneca, plantas e uma luminária
(Pixabay)

A Pós-Graduação em Metodologias Ativas e Tecnologias Inovadoras para a Educação é uma parceria entre a Faculdade de Tecnologia Finaci e a Artesanato Educacional. A formação explora as tendências metodológicas e tecnológicas da educação na era digital. Diversas metodologias ativas provocam os alunos sobre sua responsabilidade no aprendizagem. Elas assaram a ser intensamente utilizadas em educação, como: método do caso; aprendizagem baseada em problemas; aprendizagem baseada em projetos; sala de aula invertida; peer instruction e design thinking. Além disso, tem crescido continuamente a incorporação de novas tecnologias à educação, como: redes sociais, robótica, dispositivos móveis, games, inteligência artificial, realidade virtual e realidade aumentada.

Nesse sentido, já não é mais possível enxergar tão claramente as fronteiras entre as modalidades de educação presencial e a distância, com o predomínio do que se passou a chamar de blended learning (ou aprendizagem híbrida). Tornou-se então um desafio para professores e alunos, assim como para escolas, instituições de ensino superior e empresas adaptarem-se à complexidade dessas mudanças. 

Habilidades desenvolvidas no curso

Durante o curso, o aluno desenvolverá as seguintes habilidades e competências: a) pesquisar na área da educação; b) distinguir diferentes tipos de metodologias ativas e empregá-las no processo de ensino; d) produzir artefatos digitais e aplicar diversas tecnologias à educação; e) planejar, implementar, liderar e gerenciar projetos em educação presencial, blended learning e educação a distância.

O curso é composto por oito disciplinas de 45 horas. Dentre elas estão a de Educação Presencial, Blended Learning e Educação a Distância; Design Educacional; Gestão em Educação, entre outras. A formação é destinada para professores; tutores; pedagogos; designers instrucionais e educacionais; profissionais que atuam com treinamento e desenvolvimento de materiais educacionais; gestores; coordenadores; profissionais da área de TI e tecnologia em geral e interessados pelo assunto. Saiba mais informações no site do Artesanato Educacional.