20 pesquisas sobre educação que precisam sair dos muros da universidade

Quantas pesquisas incríveis são realizadas sobre educação transformadora ficam "presas" nos muros da universidade?

O Brasil ocupa a 24ª posição mundial no que concerne à produção de artigos, com 991 produções contabilizadas. Destas, 760 vêm da área de Física, 160 das Ciências da Vida, 45 das Ciências Ambientais e 93 artigos da área de Química, segundo o ranking da Nature Index. Mas qual o motivo dessas pesquisas sobre educação não chegarem ao público? Separamos 20 trabalhos que precisam ser mais conhecidos para fomentar a educação transformadora no Brasil: 

INFÂNCIA

A criança refugiada no Brasil: a participação escolar e a construção da identidade

Daniela Lopes, Lannay Oliveira e Thaís Francisco se uniram para criar o trabalho de conclusão de curso que analisou os reflexos da escola sob a identidade cultural das crianças refugiadas, que com suas famílias abrigam-se no território brasileiro em busca de construir sua história e raízes no país. A pesquisa busca identificar, de que forma a instituição de ensino é participativa para a descaracterização do que até então é a identidade cultural do indivíduo. Faça download a pesquisa completa neste link.

Negócios de impacto social no setor da educação infantil brasileira: demandas e oportunidades

Diogo Jerez fez seu trabalho de conclusão de curso na FGV buscando soluções para um segmento educacional que ainda sofre com falta de vagas para a população de baixa renda. Faça o download do estudo aqui.

LINGUÍSTICA

Labirintos: Literatura Ergódica e Letramentos no game The Legend Of Zelda: Ocarina Of Time

A pesquisa para obtenção do título de mestre em Lingúistica Aplicada criada por João Pires investigou e analisou as características do game The Legend of Zelda: Ocarina of Time, tendo em vista a natureza dos processos de leitura e produção de sentido que são realizados enquanto o jogamos.

Os resultados parecem evidenciar que a leitura que um sujeito faz de um jogo pode ser descrita por diagramas como um rizoma labiríntico previsível e orientado pela programação do game, porém também é passível de reestruturação e desalinho de acordo com as escolhas subjetivas tomadas durante a leitura. É possível acessar a tese completa neste link.

Neuroaprendizagem no tapete mágico: conquistando autonomia cognitiva com o aprendizado da língua árabe

Marcela Cordeiro fez seu trabalho para se tornar especialista em Neurociênica Pedagógica a partir do estudo da língua árabe como caminho para melhoria dos processos cognitivos de concentração e para o desenvolvimento do raciocínio dos alunos participantes. O estudo surgiu de projeto promovido pela Fundação Qatar em escolas públicas do Rio de Janeiro. Confira o trabalho completo neste link.

Rito do Mérito

As estudantes Ana Lourenço e Malú Damázio criaram o documentário Rito do Mérito, que trata do vestibular e as dificuldades do ano de cursinho sob o ponto de vista de três estudantes, questionando este método como forma de seleção para o ensino superior.

Redes sociais como ferramenta de ensino dos fenômenos ópticos

Samara Meira, uma das criadoras do Amplifica, defendeu sua dissertação de mestrado na UnB apresentando uma proposta didática para o ensino dos fenômenos ópticos por meio do Instagram. "O estudo mostra o impacto positivo do uso das ferramentas tecnológicas associadas aos métodos centrados no estudante por meio de uma análise qualitativa e quantitativa dos resultados", defendeu a pesquisadora. O produto educacional é um site que servirá de modelo para educadores que desejem adotar novas estratégias didáticas permeadas pelo uso da tecnologia. Confira a pesquisa completa aqui.

O livro didático na Educação de Jovens e Adultos: análise da obra "Alfabetiza Brasil"

Clarice Ferro defendeu sua tese para conclusão do curso de graduação na Escola de Comunicação da UFRJ. Nele, Clarice buscou compreender  uso do livro didático na alfabetização de jovens e adultos, em especial da obra “Alfabetiza Brasil”, selecionada por educadores e aprovada continuadamente no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Na pesquisa, ela faz uma contextualização entre o relacionamento do Governo Federal com o mercado editorial desde o século XIX e também analisa o contexto da Educação de Jovens e Adultos. Confira a pesquisa completa aqui.

INOVAÇÃO

A escola que sonhamos: base nacional comum curricular e educação criativa

Laura Fontana Novo fez um trabalho de pesquisa sensacional sobre a Base Nacional Comum Curricular em um formato acessível e simples. No portal, ela aborda mais a Base, fala sobre formação de professores, educação criativa e a escola que sonhamos. Confira o site: http://basedaescola.com/

Fora da Grade

Ana Lourenço também criou a série Fora da Grade, que conta com cinco videorreportagens que retratam projetos inovadores de educação inseridos no sistema público, direcionados a faixas socialmente desfavorecidas da população.

O movimento brasileiro de renovação educacional no início do século XXI

Tese de doutorado recém-defendida por Tathyana Gouvêa na USP, já é um dos principais estudos sobre educação alternativa no Brasil a partir de um referencial teórico bastante sólido e de uma vasta pesquisa de campo com os principais atores do ecossistema de novas alternativas educacionais no país. Confira a tese completa aqui.

Educação reinventada: a tecnologia como catalisadora de uma nova escola

Trabalho de Conclusão de Curso de Caio Dib, fundador do Caindo no Brasil, foi o primeiro livro digital apresentado na Faculdade Cásper Líbero. O livro-reportagem fala sobre como a tecnologia da educação poderia transformar as relações dentro da escola e tornar a educação mais democrática. É possível fazer download da obra em formato PDF neste link.

Caio também publicou o livro Caindo no Brasil: uma viagem pela diversidade da educação. Nele, conta sobre escolas, projetos e histórias de pessoas que estão fazendo a diferença na educação brasileira a partir de 13 iniciativas conhecidas da viagem de ônibus que fez durante cinco meses pelo país.

Escola do século XXI: uma renovação no ensino tradicional

A estudante de jornalismo Juliana Lima fez um livro-reportagem para falar sobre a educação inovadora no Brasil a partir de uma análise bastante consistente do panorama educacional do país e de algumas vertentes de ensino. Caindo no Brasil e Quando Sinto que Já Sei estão nos casos estudados :). Confira a publicação completa neste link.

Práticas inovadoras no cotidiano escolar: contribuições para a construção de uma educação dialógica

Arthur Gonçalves, da PUC-SP, fez sua pesquisa de iniciação científica buscando colaborar na construção de um contexto escolar mais democrático e dialógico, através da implementação de práticas inovadoras dentro da sala de aula. Você pode fazer download do relatório completo.

Inovação na educação: estudo exploratório de tecnologias e abordagens para popularização do acesso à educação

Diego Fonseca defendeu seu TCC na graduação em Engenharia de Gestão da UFABC estudando a inovação na educação no Brasil e no mundo, através de iniciativas que favoreçam o acesso da população ao ensino superior preparando melhor os jovens no ensino de base. Faça o download do trabalho aqui.

Corporeidade, educação estética e libertadora: diálogos possíveis a partir do estudo de caso da Escola Projeto Âncora

Patrícia Martins Gonçalves defendeu seu mestrado na Universidade Federal de São João Del-Rei com uma pesquisa sobre como se mostram as dimensõesda corporeidade, da educação estética e libertadora no fazer pedagógico do Projeto Âncora e como se relacionam as perspectivas do corpo, dasensibilidade e da autonomia numa educação que busca ser libertadora. Você pode ler a pesquisa completa aqui.

Comunidades de aprendizagem: contribuições da psicologia a partir de um olhar fenomenológico

Aroldo Cardoso Jr. fez a pesquisa de conclusão do curso de psicologia na PUC-SP e reconheceu o potencial transformador da psicologia na educação para que haja a construção de práticas alinhadas à propostas inovadoras. Confira a pesquisa neste link.

Multiculturalismo e Comunidades de Aprendizagem: Como as suas práticas pedagógicas podem auxiliar a escola inclusiva a construir uma educação de cidadania global

Aline Hunger refletiu sobre uma educação multicultural que forme cidadãos globalmente conscientes e empáticos com a diversidade. Como proposta pedagógica de apoio a uma educação multicultural e de cidadania global foi estudado as Comunidades de Aprendizagens que tem como característica principal a coletividade. Faça download aqui.

Aprendizagem significativa de Ausubel: a construção de uma práxis que favoreça o protagonismo e a autonomia da aprendizagem do aluno

A pesquisa de conclusão de custo buscou descobrir o que é, e como acontece a aprendizagem significativa. "Sabemos que existem inúmeros estudos e teorias que tentam identificar os problemas de aprendizagem nas crianças, porém até agora nenhum foi totalmente eficiente em dar respostas a essas questões", contaram as autoras. Assim, elas estudaram a fundo a teoria de aprendizagem significativa de David Ausubel para tentar de alguma maneira entender como ela acontece. Veja mais.

FORMAÇÃO DE PROFESSORES

curiouser.jpg

Curiouser LAB: uma experiência de letramento informacional e midiático na educação

Tese de doutorado defendida pro Leila Ribeiro na UnB, desenvolveu um curso de Letramento Informacional e Midiático (LIM) para formação continuada de professores atuantes na Educação Básica, que foi construído alicerçado nas abordagens de Design Thinking para Educadores e no Experience Learning. Além da monografia, a pesquisa foi compartilhada no site http://curiouser.sala.org.br.

A formação docente: PIBID e o Estágio Supervisionado

O estudo teve o objetivo de analisar as concepções que norteiam o Estágio Curricular Supervisionado e o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) enquanto atividade de iniciação docente. Os resultados podem ser vistos neste link.

Como viver na escola: relações entre arte, educação e docência

Karine Storck defendeu sua tese de mestrado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. A pesquisa parte de inquietações cotidianas de uma professora de escola básica da rede pública, que, ao se aproximar dos conceitos de “docência artista”, “estética da existência” e “vida como obra de arte”, passa a buscar outras possibilidades para o exercício da docência. O estudo completo pode ser acessado aqui.

QUER MAIS CONTEÚDOS SOBRE EDUCAÇÃO TRANSFORMADORA?

Não tem tempo de ler estudos, livros e pesquisas que falam de novas alternativas educacionais? Acredita que é preciso repensar nosso modelo de educação? Para te dar uma força, o Drops Caindo no Brasil cria e compartilha conteúdos exclusivos para você se inspirar e se aprofundar cada vez mais nesse movimento. São vídeos, podcasts e textos online e em PDF produzidos pelo Caindo no Brasil e enviados semanalmente para o seu smartphone via Whatsapp. Confira mais em www.caindonobrasil.com.br/drops