Imagem de aproximadamente 4 alunos de costas, sentados, observando a aula de um professor ao fundo
(Pixabay)
 
O mercado de trabalho brasileiro tem uma grande concorrência em diversas áreas. No caso dos professores, o investimento na sua formação ainda é um problema significativo. A educação básica é um grande exemplo: 21,6% desses profissionais não possuem superior completo. Ou seja, uma das maiores lacunas da educação brasileira está no acesso à educação, inclusive por parte dos docentes. 

No Ensino Médio, 93,5% dos docentes possuem superior completo, mas apenas 86,8% são licenciados. As matérias mais afetadas são Física, Língua Estrangeira e Química. Já nos anos finais do Fundamental, 85,3% dos docentes possuem superior completo, sendo 82% com licenciatura, e a disciplina que mais sofre com isso é Matemática. 

Mestrado em matemática EAD para Professores 2018

Apesar dessa dificuldade, muitas vezes diversos professores buscam uma especialização que vai além da graduação. Por isso, a procura por uma formação como mestrado cresceu consideravelmente nos últimos tempos. Essa alternativa é uma boa maneira de buscar especializações, conhecimentos e um currículo melhor. Afinal, a formação de professores é um pilar essencial para a educação brasileira, melhorando o engajamento e combatendo a evasão escolar. Além disso, o docente com essa capacitação poderá dar aula em qualquer instituição de ensino superior.

Por isso, quem é da área da docência poderá buscar um mestrado gratuito em Matemática EAD, disponível pela Universidade Aberta do Brasil. Oferecido através da Fundação CAPES, essa é uma chance para quem quer garantir uma bolsa de estudo através do PROMAT. Acesse o link para saber mais.

 

Matéria baseada na publicação “Mestrado Gratuito para Professores 2018“, do PRONATE. Leia a matéria original e na íntegral clicando no link.