Imagem de divulgação do encontro Desescolarização e suas possibilidades

“Descolonizar as escolas que estão em nós”. “Meta processo”. “Desaprisionamento de adultxs”. “Protagonismo da/na sua educação/trilha”. “Um processo”. “Ter mais de uma única opção”. “Uma comunidade de aprendizagem”. “Possibilidade”. “Legitimação de outras formas e espaços de aprendizagem”. E para você, o que é desescolarização?

Para debater esse assunto, surge o evento “Desescolarização e suas possibilidades”. Nele, é possível compartilhar saberes e vivências, co-construindo um espaços de diálogo, escuta e cuidado mútuo a respeito da desescolarização e tudo o que nos toca nesse processo de aprendizado. Afinal, essa alternativa educacional pode ser um instrumento muito forte para promover uma educação com mais significado. Consequentemente, ela pode contribuir com o combate de uma questão muito séria do sistema educacional brasileiro: a evasão escolar.

Voltado para todas as pessoas de todas as faixas etárias, o encontro tem inscrições limitadas a 20 participantes. Haverá uma atividade prévia online, através da plataforma Hangouts, no dia 4 de abril, das 20h às 21h. Já o encontro presencial será no dia 8 do mesmo mês, das 9h às 15h, na comunidade colaborativa e co-living Colmeia, em SP.

Co-responsabilidade financeira

O encontro se sustentará a partir da co-responsabilização financeira. Desta forma, não será cobrado um valor fixo pelo encontro. Haverá um convite para que as pessoas participantes contribuam, no momento do encontro, com aquilo que considerarem seu-nosso ponto de equilíbrio, de acordo com suas realidades, a fim de cuidar da sustentabilidade das vidas das pessoas envolvidas no processo e do espaço que o acolhe.

O valor por participante, considerando 20 pessoas, para suprir as necessidades das pessoas anfitriãs do encontro, é de R$100. O valor contribuído pode ser esse, ou outro acima ou abaixo. A ideia é que cada um encontre o valor que cuide das outras pessoas e do espaço ao mesmo tempo que não lhe faça falta a ponto de descuidar de si.

Eles também vão partilhar o dinheiro com participantes que dele precisarem, a fim de possibilitar o acesso financeiro para as pessoas que precisem comer ou pegar transporte para ir e/ou voltar do encontro. Veja o evento no Facebook e veja mais detalhes sobre acessibilidade, programação, os anfitriões e sobre a inscrição.