Ilustração de uma criança brincando com blocos coloridos sentada no chão. Em cima dela, há balões de falas.

Uma das perguntas mais comuns entre pais é: “Como faço para o meu filho me escutar?”. Você chama o seu filho para almoçar, então ele continua brincando e parece que nem ouviu o que você disse? Na maioria das vezes, a criança fica totalmente entregue ao faz-de-conta que cria e, sem intenção, acaba não respondendo ao chamado dos pais. Outras vezes ela até te escuta, mas não faz o que você pede, não é? Confira o que fazer.

LEIA MAIS: A criança não sai da TV, nem larga o celular? SOS CanalBloom!

Certifique-se de que você é um bom ouvinte

Quando uma criança não se sente ouvida, ela tende a reclamar, gritar ou fazer aquela birra, além de não querer te escutar nas próximas situações. Com uma escuta cuidadosa, você mostra ao à criança que respeita o que ela tem a dizer e dá o exemplo. Se seu filho te chamar e você não puder parar o que está fazendo para escutá-lo, você sempre pode dizer: “Filho, eu quero escutar o que você tem para me dizer, mas preciso de alguns minutos para terminar de escrever essa mensagem, tá bom?”.

Tente perceber no que ela está prestando atenção

Imagine que você está ocupado, fazendo algo importante. Seu amigo então faz um pedido: que você pare imediatamente o que está fazendo e faça outra coisa, que não é a sua prioridade nesse momento. Como você se sentiria? Às vezes, até os adultos não querem escutar. Colocar-se no lugar da criança e tentar compreender que no que ela está atenta é importante para facilitar a comunicação entre vocês. Tente algo como: “Sei que essa brincadeira está legal e que você não quer parar de brincar agora. Mas, preciso que você me ajude a encontrar a sua camiseta para podermos ir para a escola”.

VEJA TAMBÉM: Brincadeiras sensoriais para crianças maiores de 2 anos

Tenha a atenção da criança

Atender a um pedido é mais complexo do que parece. Primeiro, a criança precisa escutar o pedido, depois memorizá-lo e então fazer a conexão entre o pedido e o movimento que ela fará. Não adianta chamar insistentemente, nem gritar. Ajoelhe, desça até a altura dela e a toque com leveza. Olhe-a nos olhos, chame-a e espere até que ela também esteja olhando para você. Então, comece a falar. Se você não pode fazer isso por algum motivo, porque está no carro por exemplo, certifique-se de ter sua atenção. Pergunte algo como: “Filho, posso te dizer uma coisa?”. Seja breve e evite frases longas.

Sempre que puder, torne os momentos de conversa algo prazeroso para vocês. Assim, quando você precisar orientá-la, ela estará mais disposta a te ouvir. Para conferir o SOS completo sobre esse tema, acesse: https://canalbloom.com/sos/a_crianca_nao_me_escuta

 

O CanalBloom é uma plataforma que traz ferramentas para apoiar pais e mães nos desafios da parentalidade, buscando uma infância mais saudável com base em orientações de especialistas e um conhecimento qualificado. Acesse através do: www.canalbloom.com