Bienal de Arquitetura de São Paulo chegou à sua 11ª edição e propõe construção coletiva das cidades. O objetivo desta edição é repensar o papel do projeto de arquitetura como instrumento capaz de reunir a interdisciplinaridade necessária que a cidade exige.

propõe construção coletiva das cidades

Assim, as atividades da Bienal sugerem um novo campo de ação do arquiteto. Hoje, o profissional deve ser focado na construção coletiva de conhecimentos sobre os territórios e nas formas de transformá-los diretamente.

São diversas atrações que propõe construção coletiva das cidades. Desta maneira, favorecem o desenvolvimento de cidades educadoras e tornam a educação mais próxima de jovens que estão pouco conectados com a escola.

Conheça a programação

É possível conferir mais detalhes de toda a programação no site da 11ª Bienal. O Portal Aprendiz destacou momentos da programação da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo:

Imaginário da Cidade
Sesc parque Dom Pedro II (Praça São Vito, s/n)
De: 28 de outubro a 28 de janeiro de 2018.
Visitação: quarta a domingo, das 10h às 18h.

Módulo Satélite da 11ª Bienal
No Sesc Osasco (Avenida Sport Club Corintians Paulista, 1300)
De 14 de novembro a 3 de dezembro, com visitação de quarta a domingo das 14h às 18h.
No Sesc Itaquera (Av. Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000)
De 5 a 20 de dezembro. Visitação de quarta a domingo das 13h às 17h.

Utilidade Pública
Vila Itororó Canteiro Aberto (Rua Pedroso, 238)
De 4 de novembro a 22 de dezembro
Visitação: terça a sábado, das 9h às 17h (às quintas: das 09h às 20h)

Biblioteca da Bienal
Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94)
De 4 de novembro a 15 de dezembro.
Visitação: de quarta a domingo das 14h às 18h.

Devires do Brasil
Praça das Artes (Avenida São João, 281)
De 11 de novembro a 22 de dezembro.
Visitação: segunda a sexta das 10h às 18h.